Loading...

Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de abril de 2013

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE CENTRAL/BA









               HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DE CENTRAL

              



INTRODUÇÃO

A educação neste município foi iniciada com a escola primaria particular por volta do ano de 1956 ou 1956 na ainda então chamada Roça de Dentro nesta já começará a educação na pequena cidade com alguns alunos que os país  podiam pagar.
Em 1958 ocorreu a emancipação e passando a se chamar  cidade de Central e a partir daí começou o desenvolvimento deste novo município, em logo sendo fundada diversas secretarias dentre elas as primeiras a funcionarem forma a da saúde e a da educação.
A primeira escola publica de Central foi a Escola Rural Ruy Barbosa, localizada na Rua Cândido Pereira de Brito, s/n e tendo como primeiras professoras Daria Dourado e Augusta Boa Sorte e logo depois veio a professora Gildete de Castro Dourado recém formada na cidade de Ponte Nova hoje é a atual Município de Wagner. Sendo a primeira professora formada da época nesse mesmo período os demais educadores eram todos leigos sem formação alguma. A escola Ruy Barbosa funcionou por aproximadamente vinte anos e depois foi fechada. Durante todo período que ficou fechada e sendo reconstruída e inaugurada no ano de 1996 quando voltou a funcionar ate os dias atuais.
Algum ano mais tarde veio à inauguração da primeira escola estadual desta cidade que foi o Colégio Estadual Luiz Viana Filho, localizada na Rua Egidio Ferreira dos Santos, número 158, começando com a educação primaria sendo referência como escola da época atuando nas séries do 1º(primeiro) ao 5º (quinto) ano que correspondia da 1ª a 4ª séries. Ela atendia a todos os alunos da sede e de todos os povoados. Sendo as educadoras a já citada anteriormente Gildete de Castro Dourado, Terezinha Maciel e Terezinha Martins e esta ultima foi aposentada compulsoriamente por ter chegado à idade máxima admitida que aos 70 anos, na rede estadual de ensino. Pois a mesma não queria esta cursando ainda cursando o 7º semestre do curso de Pedagogia da FAEL ( Faculdade Educacional da Lapa,) do estado Paraná a distancia aqui em Central.  
Com o passar dos anos ela passou a oferecer a educação de ensino fundamenta I e II e os Cursos de Aceleração do ensino médio e o EJA. E esta mesma unidade escolar foi municipalizada em 13 de janeiro de2010 iniciou o ano letivo de 2010, oferecendo o ensino fundamenta I que são as somente as 2ª, 3ª e 4ª séries tanto pelo turno matutino quanto pelo turno vespertino e no turno noturno continuou com a educação de jovens e adulto o EJA nas séries iniciais e ensino fundamental II. Tendo como atual diretora a senhora Solana Ribeiro da Silva Lima e a vice – diretora é Iaria Ferreira da Rocha Santana, tendo coordenadora pedagógica Ester Ferreira Duarte e a equipe de professores é mista composta por 08(oito) professores ainda do estado e 11(onze) profissionais da rede municipal, dispondo ainda de um laboratório de informática com 10(dez) computadores conectados a internet.
A rede CNEC foi fundada neste município por volta do ano de 1964 por um professor de Salvador juntamente com Rosalvo Ferreira dos Santos  foi a terceira instituição a funcionar nesta cidade. Onde era uma rede de escola filantrópica que existia em todo o estado da Bahia. Ela começou a funcionar no Luiz Viana Filho com os cursos de admissão, que feito uma espécie de mini-vestibular para ingressar na 1ª serie Ginasial Normal. Pouco tempo depois ela passou a funcionar na sua sede própria na antiga Praça Campus Sales e atual Praça Cantídio Pires Maciel. Tendo como seu primeiro diretor o então professor Rosalvao Ferreira dos Santos.
Outro fato era que por o município ser carente todos fazia o ginasial normal e logo após o seu termino já ingressavam no magistério na mesma instituição por falta de profissionais. Desta forma foram aumentando o numero de educadores.
O curso de magistério, veio a ser criado no de 1968, Na CNEC e inclusive também para outros municípios servindo como referência  esta rede de escolas e a partir desta época passou –se a formar professores na área especifica do Magistério , ampliando assim para um grande número de educadores para suprir as deficiências que havia na época destes profissionais. A escola desta a sua fundação já possuía uma biblioteca ou sala de leitura para que assim todos os alunos na época tivessem onde faziam  suas pesquisas, quando necessitava e a mesma continua ate os dias atuais pertencendo atualmente a  COOPEC.
No ano de 1973 foi começou a funcionar o curso de contabilidade e desta maneira formou também muitos alunos na área de Ciências Contábeis em nível médio as turmas que foram formadas neste curso foi no ano de 2000. Outro curso que funciona nesta instituição de ensino foi o de Técnico em Agropecuária começou em 1981 e sua turma a ser formada foi em 1994. Passando a funcionar somente com o curso de magistério ate ano de 1998. Aonde esta mesma escola chegou a ter mais de um mil alunos matriculado e cursando os cursos que ela oferecia nesta época, pois era a única escola que oferecia os cursos de ensino médio e vinham pessoas ate de outras cidades estudarem aqui em Central por ter se caracterizado como um ensino de excelente qualidade.
Tendo como os primeiros professores da CNEC, Gilci de Castro Dourado, Almir Ribeiro Maciel, Amail Barbosa dos Santos era esposa do então diretor e professor Rosalvo Ferreira dos Santos, Gilda Dourado Lopes, Lizete de Carvalho Dourado e Gadman Ribeiro de Castro.  Com o suicídio do professor Rosalvo no dia seis de maio O professor Gilci assumir a direção da CNEC por 37(trinta e sete) anos  como gestor desta instituição.
A Secretaria Estadual de Educação inaugurou a segunda escola estadual que foi a Escola  Iolanda Costa e Silva, o nome da mesma foi uma homenagem a esposa do Presidente Republica desta época, estando localizada na Rua Presidente Vargas, s/n funcionando com a educação primaria. No ano de 1996 esta unidade escola foi municipalizada. Atualmente tendo como gestora Carmen Pereira dos Santos dirigindo uma equipe de dez professoras onde as mesmas lecionam somente nas 1ª e 2ª series do ensino fundamental I  a escola dispõe ainda de um laboratório de informática com dez computadores conectados a internet, um diretoria e secretaria ao mesmo tempo, quatro salas de aulas, uma mini-biblioteca, dois vigilantes e atualmente matriculados têm 280( duzentos e oitenta) alunos entre os turnos matutino e vespertino.
Anos depois da fundação da Escola Iolanda a SEC resolveu construir e inaugurada 01 de março de1978 a 3ª (terceira) unidade escolar nomeado de Escola Estadual Professor Roberto Santos, estando localizada na Rua Juthay Junior, número 140. Onde a mesma funcionou por mais de 30(trinta) ela também foi municipalizada no dia 23(vinte e três) de dezembro de 2009, e tendo como atual diretor o senhor Escovam Andrade dos Santos com uma equipe de 23 (vinte e três) e as maiores destes educadores trabalham quarenta horas mensais, tendo o funcionamento desta mesma nos turnos matutino e vespertino. Atualmente estão matriculados e freqüentando regularmente as aulas 430(quatrocentro e trinta) alunos oferecendo educação para uma única serie do ensino fundamental I que é a 4ª série e para todo o ensino fundamenta II (que é de 5ª a 8ª séries). Esta unidade escola dispõe de um laboratório de informática com 10(dez) computadores conectados a internet e três impressoras e todas as salas equipadas com TV PEN-DRIVE desta maneira tornando as aulas mais atrativas. E ainda dispondo de uma biblioteca com razoável acervo de livros para pesquisas dos alunos.
Alguns anos depois vieram a fundar a segundo Colégio particular Professor Rosalvo Ferreira dos Santos, em homenagem ao primeiro e grande professor deste município e diretor da CNEC, conveniado com o governo do Estado da Bahia e como também com o governo Federal quase todos os  alunos recebiam bolsas de estudos e os mesmo só precisavam  comprar os livros que era por contar deles. A mesma oferecia educação em todas as modalidades de ensino.
Ate então Central contava dois Colégios com o ensino de qualidade, onde era cidade referencial em educação de qualidade e muitas que saiam para presta vestibulares ou concursos públicos eram aprovados nas primeiras colocações isso se deve ao compromisso que os educadores tinham na sua prática docente para com a sua cidade e formação de pessoas qualificadas.
Em 1989, foi inaugurada a quarta e ultima unidades escola do o ensino estado sendo nomeada de Colégio Estadual Jose de Souza Machado de Primeiro e Segundo Grau, estando localizado na Rua Dom Pedro II, s/n disponibilizando na época o ensino fundamental I e II e o ensino médio. Os professores que começaram a lecionar nesta nova unidade escolar foram os professores que trabalhavam no Professor Rosalvo e que o governo retirou-os desta mesma acabando desta forma o convênio com esta escolar particular e colocando os seus funcionários em sua escola recém inaugurada.  A partir daí passou ater três Colégio de grande porte
No ano de 1997 o professor Rosalvo veio à falência pia os pais não tinham condições financeiras de arcar com as mensalidades. Pois a mesmas não cabiam dentro do orçamento das famílias e desta maneira os mesmo começaram a transferir seus filhos para o colégio do estado que era publico ou para a CNEC que também veio a falir no ano de 1999, o ultimo ano que funcionou normalmente.
No de 1999 foi inaugurada a Escola Municipal Luis Eduardo Magalhães tendo como primeiro diretor José Gonçalves da Silva, popularmente conhecido como Zé Passarinho, o segundo diretor José Gonçalves Lima, terceira diretora foi Adriana Evangelista Porto, a quarta gestora foi Adriana Ferreira da Rocha e diretora atual é Erica Carvalho Trarão. Funcionando somente com a educação infantil nos turnos matutino e vespertino, dispondo de quatro salas, um corpo docente composto por onze professoras e estão matriculados e freqüentando as aulas 250(duzentos e cinqüenta) alunos. Esta unidade escolar esta localizado na Rua Largo Presidente Vargas, s/n. 
No ano de 1999, a CNEC foi municipalizada que era considerada a mãe da educação neste município, não dando certa a mesma foi fechada no final do ano citado. No ano 2000 começou a funcionar a COOPEC (Escola Cooperativista de Central) no mesmo local onde funcionava a antiga instituição já mencionada. Sendo o diretor presidente Darci de Castro Ribeiro e o diretor administrativo Gadman Ribeiro de Casto Oferecendo do o desde a educação infantil ate ao ensino médio, funcionando somente no turno matutino
A prefeitura Municipal Comprou a parte física onde funciona o colégio particular Rosalvo Ferreira dos Santos números 261, passando a se chamar Escola Municipal, onde funciona ate os dias atuais com o ensino fundamental II e tendo como diretora Claudia Bruno as Silva, desde o ano de 2006 até o presente momento, e uma equipe de mais ou17 professores, Em 2006 a escola funcionava da pré-escola ate a 8ª séries funcionando assim ate o final do ano letivo de 2007. Quando foi em 2008 passou a ser da 2ª série do ensino fundamental I ate o final do ensino fundamental II ficando assim por dois anos. Neste ano de 2010 passou a funcionar somente com o ensino fundamental II  nos turnos matutino  com 5 (cinco ) salas de aulas e no turno vespertino com 7(sete) salas de aula ( de 5ª a 8ª séries em ambos os turnos. Este ano a Coordenadora Pedagógica e professora é Soraia  Ribeiro da Silva Carvalho.
Ainda dispondo de um laboratório de informática com 20 (vinte) computadores conectados a internet, 01(uma) dispondo de uma sala de leitura  grande acervo de livros, uma sala de vídeo equipada  adquirida com recursos do PDE, e um salão reuniões e todos os eventos que a escola possam desenvolver bem amplo.
No ano de 2005 foi firmado um convênio entre a Prefeitura de Central e a UNIFACS (Universidade de Salvador) para a graduação dos professores da rede municipal de educação. Onde ocorreu o processo seletivo de candidatos, pó onde formaram três turmas para o curso de Pedagogia sendo usado o sistema de vídeo-aula.  Antes do termino deste curso no ano de 2006 houve uma reunião com o pessoal da UNIFACS isso já na gestão do novo prefeito que assumiu a prefeitura nesta época querendo que eles mudassem o modo de transmissão das aulas e eles falaram que não estavam interessados em mudar nada. A partir daí acabou o convênio com esta Universidade e firmou-se um novo acordo com o EADCON (Sistema Educacional Eadcon) no de 2007. Novamente Fez-se um novo processo seletivo e formou  cinco turmas para os cursos de Letras ( Português /Espanhol) Matemática, Ciências Contábeis, Serviço Social e Pedagogia  sendo as aulas transmitidas pela UNITINS para todos os cursos exceto Pedagogia que é pela FAEL. Quando chegou ano de 2008 ao termino dos cursos da UNIFACS em maio do corrente ano,e a   formatura das três turmas no mês de outubro ano  não ocorreu nenhum outro  vestibular e a mesma veio a ser fechado.
Consequentemente ocorrera à mesma com a UNITINS E FAEL, pois houve alguns vestibulares, mas ninguém se interessou e quando todos concluírem provavelmente fechara o centro associado o (CA de Central) ou Futura Educacional de Central. Isso falando em educação de nível superior particular.
E atualmente têm se uma única escola estadual que é o José de Souza Machado, funcionando 11 ( onze) salas de aulas no turno matutino, 12( doze) salas no turno vespertino,  e 5(cinco) salas no turno noturno e  praticamente todos os professores têm nível superior, e sendo a atual diretora Margarida Peregrino de Souza, e uma equipe de 33( trinta e três)  profissionais entre os três turnos. Dispondo de um laboratório de informática com 10( dez) conectados a internet  e todas as salas equipadas com TV PEN-DRIVE, uma biblioteca ou sala de leitura com um acervo de livros que os alunos posam fazer suas pesquisas  quando requisitados ou quando quiserem ler . A rede municipal de ensino dispõe neste ano de 2010 de 46 (quarenta e seis) escolas municipais entre a sede e os povoados do município.

                        Bibliotecas:
 Biblioteca Publica Municipal Almir Ribeiro Maciel
Após mais de vinte anos fechada, em outubro de 2008 foi reaberta. Ocupa um espaço pequeno e modesto com um acervo ainda não muito grande. Mesmo assim a população e centenas de alunos a procuram para fazer pesquisas. Precisa melhorar o espaço físico e aumentar o acervo.
Como já foi relatado anteriormente, existem mais duas bibliotecas anexadas às escolas a biblioteca da COOPEC e a Biblioteca Do Colégio José de Souza Machado e no inicio de 2009 abriu uma nova biblioteca ou sala se leitura na Praça do comércio s/n ficando próxima a academia Apllo.
A educação nos povoados do município de Central como surgiu?
         Povoado de Larga dos Mendes.
A educação no neste povoado começou em 1960, no Prédio Escolar Djalma Bessa, que era uma escola estadual, a mesma funcionava com duas salas de aulas multiseriada pela falta de professores que era muito grande, por que se fosse pelos alunos dava fará forma quatro turmas grandes, as primeiras duas professoras eram naturais da cidade da Barra do Rio Grande e as mesmas morram todo o tempo em que foram docentes desta localidade.
Com o passar do tempo foram aumentando o numero de professores onde os mesmos trabalhavam no turno matutino e vespertino e nesta época já havia terminado as turmas de mutiseriado isso por volta de 1970 a  1979 e o numero de alunos era cada vez maior.
Surgiu a necessidade da implantação do ensino de 5ª a 8ª. E a partir dai veio a ampliação da escola coma construção de mais três salas de aulas para o funcionamento do ensino fundamental II. Tendo vários professores já lecionando nesta escola inclusive ate pessoas que havia estudado nela como a professora Maria Mendes da Gama, que já lecionava na educação publica. Esta mesma instituição funcionou ate o ano de 1995 antes de ser municipalizada e depois a desativada com a inauguração da nova escola anexada.
A escola Municipal Santa Barbara foi fundada no ano de 1996, no governo do então prefeito José Orlando Martins de Almeida. Tendo como primeiro gestor desta unidade de ensino o senhor José Gonçalves da Silva, vulgo Zé Passarinho, ficando somente um ano. Em seguida assume a direção a vice-diretora Nilzete ate o ano de 1997.
No ano de 1998 ate o ano de 2000 é nomeada diretora Edicleide  Mendes da Silva. Esta unidade de ensino funcionou desde o inicio do seu funcionamento com o ensino fundamenta I no turno matutino e o ensino fundamental  II no turno vespertino sendo que funciona a tarde duas séries do fundamental I que. São a 3ª e a 4ª séries. Sempre dispôs de um corpo docente formado por treze professores ate o presente momento.
No período de 2000 a 2004 foi nomeada a terceira diretora, já era funcionária publica a muitos anos neste povoado de Larga dos Mendes é a senhora Maria Mendes da Gama. Voltando a ser professora  no ano de 2005 e retornado a direção entre 2006e 2007, onde atuou dirigindo a escola Santa Barbara por todo o período que foi gestora desta mesma.Entre 2005 e a 2006 que ficou na direção da escola foi Edvan Mendes de carvalho.
Tendo quinto diretor Esonclei Pires de Aragão e atou como gestor no período de 2007 a 2008. E atualmente temo como sexto diretor o senhor Manuel Raimundo Rodrigues Bomfim, ele inicio as suas atividades em 28 de fevereiro de2009 e vem desenvolvendo um excelente trabalho e tem a aprovação de praticamente todo o corpo docente e outros funcionários que ali desenvolvem suas atividades.
Ela dispõe de uma clientela de 170 alunos matriculados no letivo de 2010 e todos  freqüentam assiduamente as aulas, a escola ainda possui um laboratório de informática com 06(seis) computadores conectados a internet para que assim todos os alunos posam fazer suas pesquisas e esta atentas a todas as  formações do mundo tecnológicos. Dispondo ainda de um notebook que foi doação do governo federal para todas as escolas dos municípios brasileiros.

                       Povoado de Vereda.

A primeira unidade escolar deste povoado foi fundada em 1969, como uma sala multiseriada de 1ª a 4ª na gestão do prefeito Cantídio Pires Maciel, que era chamada Escola UM Santana, em homenagem ao segundo professor desta localidade Homero Santana. Em 1981 mudou o seu nome para Escola Castro Alves.
A terceira e ultima mudança foi para Escola Municipal Juscelino Kubistechck, que ocorreu no dia 29 de setembro de 1985 e continua ate os dias atuais com esse nome. Sentiu-se a necessidade de ampliação e construção de mais uma sala, uma cantina, fossa, deposito para a merenda e foi feito um cercado em volta da escola com arame farpado, isso ocorreu na gestão do prefeito Élson Nunes Machado.
Foi criado o ensino fundamental II (que é de 5ª a 8ª), no dia 02 de fevereiro de 1999, procurando melhorias para a população estudantil desta localidade não necessitando o deslocamento dos mesmos ate a sede do município.
Tendo como atual diretora Valnete, onde ela dirige uma equipe com sete  professores e com 118 alunos matriculados e freqüentando neste ano letivo de 2010. No turno matutino funciona a educação infantil e o ensino fundamenta I; e no turno vespertino funciona o ensino fundamental II  A escola dispõe de 05 (cinco) salas de aulas, 01 (uma) secretaria, um infocentro com  06( seis) computadores conectados a internet. E sendo o coordenador Paulo Marques de Aragão.
                       Povoado de Nova Vista ou conhecido
 também co mo Serra Queixo.

Aproximadamente em 1980 foi fundada a primeira unidade escolar chamado Prédio Escolar João Ribeiro Maciel, alguns anos depois para Escola João Ribeiro Maciel. Sendo os primeiros professores Eloisio Ribeiro Maciel, Maria Ribeiro Maciel entre outros da época. Teve o funcionamento das turmas por ,multiseriada por 10(dez) anos consecutivos sendo de 1ª a 4ª séries.
Mais ou menos no de 1990 ela foi municipalizada e passando a chamar Escola Municipal João Ribeiro Maciel ate o presente momento. Atualmente ela funciona com a pré-escola e a o ensino fundamental I durante o turno matutino. Já durante o turno vespertino funciona o ensino fundamental II e no noturno há o funcionamento do EJA de ensino fundamental II.
Sendo o atual diretor o senhor Jakson Marques dos Santos atuando desde março de 2007, que coordena uma equipe de 13(treze) professores, tendo matriculado e frequentando as aulas182 alunos e sendo o coordenador pedagógico Jeferson Teixeira Maciel e ainda dispõe de um laboratório de informática com cinco computadores conectados a internet para os alunos pesquisarem e fazerem seus trabalhos escolares.
                         
                  TRANSCOB

É uma Cooperativa de transporte da Bahia, tendo como diretor regional da microrregião de Irecê o senhor Idalmar Almeida.
A Prefeitura Municipal de Central fez uma licitação, para a terceirização dos transportes escolares e algumas empresas ou cooperativas concorrem a esta mesma e a vencedora foi a TRANSCOB, que a mesma ganhou a licitação em fevereiro de 2010 e começou as suas atividades em 15 de março de 2010.
Ela já atua em mais de trinta municípios do estado da Bahia e nesta região está presente em Jussara, Central, Canarana, Mulungu do Morro e em breve na cidade de América Dourada.
O pagamento é feito da seguinte maneira: A prefeitura passa o dinheiro para a Cooperativa e a mesma depois paga aos seus cooperados e até o momento vem dando tudo certo. Onde as pessoas não reclamam mais de atrasos de salários como em anos anteriores.
 A unidade de Central da TRANSCOB, esta localizado na Praça José de Castro Dourado, s/n centro Central- BA.
 Considerações Finais.

Pode-se perceber que a educação do município de Central, evoluiu em muitos aspectos com a fundação de escolas e colégios de ensino fundamental  I e II e o ensino médio. Que as mesmas ofereciam diversos cursos de excelente qualidade (exemplo destoe r o curo de piano que existia na CNEC no de 1975),  onde formava profissionais super qualificas e também havia algumas escolas técnicas que a mesma era referencial na microrregião de Irecê
No decorrer deste documentário pode-se o fechamento de diversas escolas. Bem com todos esses altos e baixos temos a certeza de que como hoje m em dia temos diversos profissionais  capacitados e formados em nível superior em áreas específicos do conhecimento e são capazes  de formar cidadão críticos e consciente dos seus direitos e deveres. Por que é assim que funciona no mundo globalizado e contemporâneo.
  

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA  BAHIA

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIA

DCHT XVI – IRECÊ


LICENCIATURA EM GEOGRAFIA


DISCIPLINA DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO


PROFESSORA;

 HELGA PORTO



HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO MUNICIPIO DE CENTRAL



ACADÊMICOS:

AURELINO


IRECÊ/BA
2010



                                ENTREVISTADOS.

LIZETE DE CARVALHO DOURADO FOI POFESSORA ESTADUAL E PROFESORA DA CNEC POR 45 ANOS NO TOTAL DE TRABALHO PRESTADO A EDUCAÇÃO CENTRALENSE.
GILCI DE CASTRO DOURADO TRBALHO POR 37 ANOS COMO DIRETOR ADA CNEC E PROFESSOR DA REDE ESTADUAL.
ESIOVAN ANDRADE DOS SANTOS DIRETOR DA ESCOLAMUNICIPAL ROBERTO SANTOS.
JAKSON MARQUES DOS SANTOS DIRETOR DA ESCOLA MUNIPAL JOÃO RIBEIRO DOS SANTOSLOCALIZADA NO POVOADO DE NOVA VISTA DE CENTRAL.
MANOEL RAIMUNDO RODRIGUES BOMFIM, DIRETOR DA ESCOLA SANTA BARBARA LOCALIZADA NO POVOADO DE LARGA DOS MENDES DE CENTRAL.
MARIA MENDES DA SILVA, PROFESORA MUNICIPAL A MAIS DE 20ANOS NA REDE MUNICPAL DE EDUCAÇÃO EX-DIRETORA E ATUAMENTE PROFESORA DE EDUCAÇÃO INFANTIL EM LARGA DOS MENDES DE CENTRAL.
MANOEL DE SOUZA PEREIRA, INSPETOR DA ESCOLA JÁ MENCIONADA ANTERIOMENTE.
MARGARIDA PEREGRINO DE SOUZA DIRETORA DO ÚNICO COLÉGIO ESTADUAL DE CENTRAL;
 GADMAN RIBEIRO DE CASTRO DIRETOR ADMINSITRATIVO DA COOPEC.
SOLANA RIBEIRO DA SILVA LIMA, ATUAL DIRETOR A DA ESCOLA LUIS VIANA FILHO.
IDALMAR ALMEIDA, DIRETOR REGIONAL DA TRNSCOB.



Nenhum comentário:

Postar um comentário